| 5 comentários ]

O naturismo é um conjunto de princípios éticos e comportamentais que preconizam um modo de vida baseado no retorno à natureza como a melhor maneira de viver e defendendo a vida ao ar livre, o consumo de alimentos naturais e a prática do nudismo, entre outras atitudes.

Agora, você sabia que há cristãos evangélicos que fazem parte deste movimento?


Confira uma entrevista com o criador do site Naturistas Cristãos, Estevão Prestes, e em seguida um artigo sobre o Naturismo e a Salvação.

SITE NATURISTA CRISTÃO

Entrevista de Pedro Ribeiro

O "Naturistas Cristãos" foi desenvolvido pelos brasileiros, naturistas de carteirinha, Estevão Prestes, e Andréia Baia. O site é bastante simples, e ainda não está completo, mas procura primar pelo conteúdo. Apesar da orientação explicitamente evangélica a página mantêm-se neutra em questões doutrinárias, seguindo uma linha mais ecumênica, com espaço para cristãos de todas as correntes.

Destaque para as seções "NATURISMO ?" com textos a respeito de movimento; e "REFLEXÕES" com temas que abordam as relações entre a nudez e a espiritualidade.

A página também tem links para diversas páginas sobre naturismo, praias e clubes no Brasil e páginas de conteúdo cristão, além de links para sites internacionais sobre o tema.

Em entrevista ao jornal OLHO NU Estevão responde a algumas questões que despertam certa curiosidade.

OLHO NU: como surgiu a idéia de fazer um site naturista cristão ?

Estevão e amigos em foto tirada no Congrenat realizado em 2002 no Recanto Paraíso

ESTEVÃO: Logo que me tornei naturista, conheci um casal, em Pedras Altas, que frequentava a Igreja Assembléia de Deus, e que por se tornar naturista acabara por afastar-se da igreja. Como este casal, encontrei outras pessoas em situação semelhante. Como a nudez ainda é um tabu em nossa sociedade, e como as religiões cristãs tendem a ser austeras sobre este assunto, um fiel que opte pelo naturismo acabará sofrendo discriminação, de modo que muitos mantêm esta prática em segredo - o que acarreta uma certa dose de culpa - ou acabam optando por abandonar, ou a igreja ou o naturismo. Qualquer uma destas opções é auto-destrutiva e desnecessária.

Em meados no ano passado fui procurado por um repórter da revista Eclésia, uma publicação evangélica de circulação nacional, e que estava interessado em publicar uma reportagem sobre crentes naturistas. Gostei da idéia e colaborei com a revista, ajudando inclusive a localizar outros praticantes que estivessem dispostos a dar seu depoimento. A reportagem foi publicada na edição de agosto e causou a maior polêmica, mas a semente estava lançada. Neste meio tempo fui procurado por muitos irmãos naturistas que desejavam trocar se corresponder, daí tive a idéia de criar um grupo virtual onde estas pessoas pudessem entrar em contato. Pesquisando pela internet percebi que não havia nenhuma página em língua portuguesa sobre este assunto, embora existam várias estrangeiras. Daí veio a idéia da página.

OLHO NU: Há incompatibilidade em ser naturista e fortemente ligado a uma religião?

ESTEVÃO: Cada religião tem seu próprio conjunto de valores. Caso a pessoa em questão siga uma filosofia que condene a nudez pura e simples, ou que condene a idéia de respeito mútuo, ou a preservação do meio ambiente, então haverá uma incompatibilidade. Entretanto o cristianismo segue, ao menos em tese, os ensinos do Cristo, cuja pregação por sua vez baseou-se no judaísmo primitivo. E o ensino de Cristo nunca condenou a nudez per si, além de valorizar os demais conceitos embutidos na prática naturista. Façamos um paralelo: A INF define a nudez, dentro do naturismo, como uma forma de desenvolver no indivíduo o respeito por sim mesmo, pelo seu semelhante (seu próximo) e pelo meio-ambiente (a criaçaõ). Segundo o ensino dos evangelhos, o maior mandamento é Amar a Deus (criador) e ao próximo como a si mesmo. Percebe a semelhança? Além disso, há outros pontos em comum, como o desenvolvimento do auto-controle, a busca pela melhoria enquanto ser humano, a valorização da família, a promoção da igualdade, o combate à malícia, entre outros.

OLHO NU: Qual é o objetivo do site ?

ESTEVÃO: Em primeiro lugar, funcionar como um ponto de disseminação de informação, por isso o site não preocupa-se tanto com a aparência, mas com a rapidez e qualidade da informação disponibilizada. Procurei evitar questões doutrinárias, mantendo uma linha ecumênica. Também procuramos evitar interpretações superficiais ou apologeses rasas. Da mesma forma evitamos os discursos adocicados. O que pretendemos é oferecer argumentos consistentes. Além disso, tem um objetivo duplo de desmistificar, mostrando aos religiosos que o naturismo não é maligno, e aos naturistas que nem todo cristão é fanático.

OLHO NU: Quantos e quais são os organizadores ?

ESTEVÃO: Por enquanto somos apenas dois, Eu e a Andréia Baia (advogada), mas recebemos apoio de vários colaboradores. E quem quiser colaborar enviando textos, fotos ou sites interessantes, pode entrar em contato pela própria home page.

---

A roupa tem alguma coisa a ver com Salvação?

Enviado por Estevão Prestes*

O homem pensa que sim. Deus, não. Porque Deus quando criou o homem e a mulher, ambos estavam nus e eram visitados diariamente por Deus. Quando o homem pecou e ouviu a voz de Deus no jardim, ele se escondeu e quando Deus lhe perguntou por quê, o homem respondeu que estava nu. Ora, Deus nunca deixou de visitar e de ter comunhão com ele porque estava nu. Mas agora é o homem que está achando que não pode mais ter comunhão com Deus por causa da nudez.

Perceba aí a entrada do pensamento humano e o surgimento da doutrina de homens. É como se Adão estivesse dizendo para Deus." Senhor, a partir de agora, para falar com o Senhor, só se eu estiver vestido". Nos dias de hoje, muitos estão se comportando como Adão , estabelecendo normas de roupas para ter comunhão com Deus. Muitos dizem: " Para ter a Salvação e comunhão com Deus e o Espírito Santo, a mulher não pode usar calça comprida". Ou então: " O homem para falar com Deus tem que estar de terno e gravata". Ou que a mulher, para poder orar a Deus, tem que estar usando véu.

Paulo escreveu que a doutrina de homens "perece pelo uso" (Col.2:22).

Vamos dar um bom exemplo disso: em 1958, todos os homens crentes tinham que usar chapéu para serem salvos, porque esta era a "doutrina da igreja". Meu pai o Pr. Ulysses, conta que o seu irmão Jayme, na época diácono da igreja, foi excluído porque não queria usar chapéu. Meu tio Jayme foi embora com os americanos que estavam evangelizando o Brasil e não se desviou do evangelho. Porém, muitos outros, excluídos pelo mesmo motivo, ao invés de irem para outra igreja cristã, entristecidos, desviaram-se para o mundo e morreram sem Deus e sem Salvação. Hoje, nenhum cristão de qualquer igreja, usa chapéu. Será que Deus mudou de idéia? Antes, para que o homem pudesse ir para o céu tinha que usar chapéu. E agora? Não, Deus nunca mudou de idéia. O homem, sim. Hoje nenhuma igreja cristã exige que seus membros usem chapéu, por que esta doutrina dos homens pereceu pelo uso.

Por este exemplo, você vê que a doutrina de homens não salva, mas é capaz de mandar para o inferno. Pobres daqueles que pensam que, para serem salvos, tem que andar na "doutrina". Irão fracassar na tentativa de merecerem a Salvação e levarão uma suposta vida cristã totalmente infeliz, pois estarão servindo aos homens, pensando que estão servindo a Deus.

*Enviado originalmente a Estevão Prestes por um amigo que não quis se identificar publicamente.

Estevão é naturista e evangélico.

Fonte: Jornal Olho Nu

Por Amenidades da Cristandade

Respeite os direitos autorais! Ao reproduzir este texto, cite as fontes, inclusive as intermediárias!

5 comentários

Daniel disse... @ 6 de dezembro de 2008 01:49

Realmente concordo com vc. Mais tem um porém: O Homem andava nu, pq não havia malicia em seu coração, ele ainda não conhecia o pecado(Gn: 2-25). Tanto é que a partir do momento em que adão e eva pecaram, eles sentiram vergonha e correram para se cobrir(Gn 3-7). Portanto, a raça humana (após a morte de jesus) foi livre da culpa do pecado, más o poder do pecado ainda está em nós e tenho certeza que ao ver uma pessoa nua essa pessoa tera pecado em seu coração. Não pelo ato de ver, mais pelo oq ela pensará.
Isso tudo é mais um evangélho falso que busca enganar as pessoas. Ora, Jesus é o nosso modelo e temos que buscar ser semelhantes a Ele. Jesus nunca disse para fazermos isso. Nunca.

bruno disse... @ 7 de dezembro de 2008 12:04

JESUS Q É O NOSSO MODELO NUNCA SITOU A POSSIBILIDADE DE O HOMEM ANDAR NÚ JA Q ATÉ NO CEU O HOMEM TERÁ VESTES TRANSFORMADAS, NÃO QUERO SER RSDICAL MAS NÃO PODEMOS É ACEITAR TODO E QUALQUER NOVIDADE NO CRISTIANISMO, TEMOS QUE EXAMINAR TODAS AS COISAS E PRINCIPALMENTE RETER SOMENTE O BEM

Velhio disse... @ 17 de dezembro de 2008 20:52

Bruno, na verdade Jesus nunca sitou nada, mas ele citou muita coisa interessante.

Velhio disse... @ 17 de dezembro de 2008 20:52

Bruno, na verdade Jesus nunca sitou nada, mas ele citou muita coisa interessante.

Estevão Prestes disse... @ 31 de julho de 2009 14:28

Daniel:
Em nenhum momento na Bíblia se lê algo do tipo "por causa disso cobrirão seus corpos o homem e a mulher..." nem coisa parecida.

Alegar que porque Adão e Eva vestiram-se depois de pecar nós precisemos fazer o mesmo é um erro. Da mesma forma como alegar que sempre que um homem veja uma mulher nua ele peque. Se assim fosse a medicina teria de ser condenada...

Bruno:
Jesus também não disse que podíamos comer bananas. Coemr banana é pecado?

Postar um comentário