| 10 comentários ]

Confira o texto escrito por Maximiliano Moraes onde ele fala sobre o estigma de "ex-Diante do Trono", faz uma série de esclarecimentos e tenta colocar um ponto final nestas questões, dizendo que caso aconteça, não vai aceitar nenhum convite profissional ou ministerial do Diante do Trono.

SOBRE O DT

Gostaria de pedir ENCARECIDAMENTE que parassem de me fazer perguntas sobre o DT. Antes que me perguntem por quê ou suponham coisas erradas, já esclareço:

- Saí do DT porque Deus nos orientou a fazer isso, deixando claro para nós que nosso tempo ali tinha acabado;
- Não tenho nenhum tipo de ressentimento com nenhuma pessoa ali dentro, nem a Ana;
- O motivo da saída NÃO FOI nenhuma briga;
- Não tenho e nem quero ter mais nenhum tipo de vínculo ministerial ou profissional com o DT, por mais que isso seja a vontade de alguns;
- O que resta entre nós é amizade E NADA MAIS.

O motivo que me leva a pedir isso de coração é que EU NÃO AGUENTO MAIS carregar essa "sina", o que parece ser um "carimbo permanente" com o símbolo do DT na minha testa, que faz com que as pessoas simplesmente não consigam me ver como um ser humano normal, chamado por Deus para um ministério diferente do que eles desenvolvem. E antes que alguém diga que isso é cuspir no prato que eu comi, tomo a liberdade de fazer uma analogia.

Imagine que alguém tenha tido um(a) namorado(a), tenha passado um tempo maravilhoso com ele(a), tenha aprendido muito mas, num belo dia, tenha descoberto que não era aquilo o que Deus tinha para ele(a). Desta forma, para não se enganar nem ao outro(a), e também a fim de obedecer o que Deus lhe tinha orientado fazer, ele(a) rompe o relacionamento. Mais adiante, conhece outra pessoa, que se torna o amor de sua vida; com ele(a) se casa, tem filhos e tem certeza de que está no centro da vontade de Deus e que aquela é a pessoa certa.

Pois é. Imagine se, por longos 4 (ou mais) anos adiante todos continuassem a lhe fazer perguntas do tipo:
- Por que você terminou com fulano(a)? Ele(a) parecia ser a pessoa certa para você!
- Você terminou porque brigou com ele(a)?
- Lembra de quando vocês faziam isso ou aquilo, como era bom?
- O que você acha da atitude que fulano(a) tomou naquele lugar? Você aprovaria?

CARAMBA, NÃO TENHO MAIS NADA A VER COM FULANO(A)! POR QUE AINDA ME PERGUNTAM SOBRE ELE(A)?

Pois bem. Meu tempo lá foi maravilhoso e eu aprendi muito. Mas O PRÓPRIO DEUS nos tirou de lá, sem que nenhum "barraco" tenha acontecido. Percebemos, apesar desse tempo tão produtivo, que o DT foi um tempo de aprendizado e servidão, não o ministério que Deus tinha para nós. Hoje, porém, temos CONVICÇÃO do ministério que Deus quer que desenvolvamos; somos, se assim podemos dizer, "casados" com o ministério e temos colhido muitos frutos e feito muitos filhos espirituais.

Assim, ENTENDAM, DEFINITIVAMENTE, que é muito chato e muito cansativo ter que responder as mesmas coisas, dia após dia, sobre assuntos que já não fazem mais parte de meu cotidiano. Da mesma forma (e não levem isso a mal, não é nada pessoal com quem quer que seja), é um SACO ter que ficar explicando meus motivos para responder isso e não responder aquilo, ou ter que prolongar discussões que não têm o menor cabimento pra mim, ou ainda ter que dar satisfações sobre minhas decisões. É como se eu não tivesse o direito de viver com liberdade, não tivesse o direito de ser dono do meu próprio nariz, fosse obrigado a me explicar diariamente pra gente que eu sequer conheço!

Por isso, pra deixar tudo claro de uma vez por todas:

- Não gosto de comentar sobre a voz de ninguém, porque pra mim isso não faz a menor diferença.
- Da mesma forma, não gosto de comentar sobre o melhor CD, DVD, música, instrumentista ou experiência no DT. Outra vez, não é pessoal; simplesmente não quero fomentar assuntos sobre os quais já não quero falar porque ficaram para trás. Estou enjoado de falar das mesmas coisas.
- Não gosto de ficar falando de coisas que aconteceram no passado, porque minha vida visa o presente e o futuro.
- Não gosto de insistências sobre coisas que eu já disse que não vou fazer, explicar, esclarecer ou opinar.
- Não vou - e repito, NÃO VOU me filiar novamente ao DT, em nenhum projeto, em nenhum CD, em nenhum DVD, em nenhuma publicação, em nenhuma reedição ou regravação de qualquer projeto que já tenha sido gravado por mim, nem vou aceitar convites ministeriais ou profissionais deles para NADA que me ofereçam.
- Quanto ao que disse acima, REPITO, não é nada pessoal e não guardo nenhum ressentimento; só tenho CONVICÇÃO de que o DT NÃO É o que Deus tem para minha vida ministerial ou profissional.
- Gosto muito de ajudar a todos que me pedem ajuda, mas deixo claro que a comunidade NÃO TEM o objetivo de reviver o passado ou de alimentar qualquer expectativa de fãs do Diante do Trono em me ver lá novamente. ISSO NÃO VAI ACONTECER.
- Se a comunidade morrer por falta de pessoas ou assunto, não tem problema algum. Como já disse, gosto muito de ajudar, mas espero que vejam que eu posso oferecer mais do que memórias.

O QUE PASSOU, PASSOU; POR ISSO, OLHEM PARA A FRENTE, EM NOME DE JESUS!

Maximiliano Moraes

Fonte: Comunidade do Orkut Maximiliano Moraes - Oficial

Por Amenidades da Cristandade

Respeite os direitos autorais! Ao reproduzir este texto, cite as fontes, inclusive as intermediárias!

10 comentários

Douglas disse... @ 7 de dezembro de 2008 23:29

Eu gostava do timbre dele, agora, gosto mais ainda!

NO IDOLATRIA!

Ester disse... @ 8 de dezembro de 2008 08:01

Na minha opinião soa um pouco de arrogância da parte dele. Mostra uma revolta, uma ira, porque o seu ego foi machucado. Temos que peneirar bastante os cantores deste mundo gospel. A fama é algo que mexe com todo mundo mesmo. Só o Espirito de Deus pra nos dar dominio próprio, mansidão e sua graça.
A paz do Senhor a todos

rev. Digão disse... @ 8 de dezembro de 2008 17:53

Não vi nada de arrogância, pelo contrário, é um desabafo. O cara está em outra, e deixem ele em paz. Que mania que os evangélicos tem de ficar medindo a vida dos outros com base em seu próprio "achômetro"!

Linda disse... @ 9 de dezembro de 2008 09:21

Olá, coloquei a fonte da matéria do Max, queria pedir perdão, pois tive o descuido de não colocar.

Como vc viu há várias matérias no meu blog extraídas daqui e com as fontes e links...

mais uma vez perdão e obrigada por ajudar o nosso blog com matérias tão íntegras!

abraços!

Anônimo disse... @ 5 de outubro de 2009 22:48

Só uma correção no exemplo: não concordo com isso, você não namora uma pessoa antes de conhece-la muito bem, a amizade é antes do namoro, e o propósito de Deus pra nos é que namoremos para casar-se, o seu falar não soa como o de um cristão. O que vc achou de errado no DT ?

warley disse... @ 3 de fevereiro de 2011 14:08

Acho que vc foi muito arogante ao dizer isso, que Deus tenha misericordia de vc.

Marina Barazal disse... @ 1 de agosto de 2011 11:18

Bom.. eu entendo o lado dele que realmente deve ser cansativo, responder a perguntas a todo o momento sobre sua saida, o pq dela.. Enfim,td que o ligou ao DT, mas tbm acho que algumas palavras mal colocadas, xulas e o tom de arrogancia, parecer que ele tem sim algum ressentimento, mesmo que tenha repetido milésimas vezes que não.. Deus tem um propósito na vida dele, mas o modo como ele se torna desprezível ao falar do DT! é horrivel...

Anônimo disse... @ 22 de agosto de 2011 23:43

Não posso mentir, tenho que ser sincera, pois assim o Senhor me ensinou e do fundo do meu coração, vejo uma certa magoa sim, decepção em relação ao DT. Mais iss não cabe a mim, uma vez que não foi eu quem iniciou com a Ana Paula, Nívea Soares e etc. Claro que para quem conhece o DT desde os primeiros passos, vimos que perdeu-se a idêntidade e sim existe uma idolatria enorme, pessoas idolatrando integrantes, momentos e principalmente o DT, mas esquecendo de DEUS. Por isso, MAX seja o que tenha lhe afligido, imagino que tenha seguido a direção do Senhor sim, pois continuar ali faria vc perder a sua essência e a lembrança que tenho de ver você cantando foi bem no início, sendo assim que DEUS o acompanhe em seu Ministério e nos veremos com certeza um dia, com o PAI.
Sandra.

Anônimo disse... @ 23 de agosto de 2011 23:19

Concordo em tudo que vc desabafa. Em resalva, entrei pra IBL há mais de 20 anos, qdo ainda era uma igreja com muita unção, onde todos tinham a mesma oportunidade de cantar, de glorificar, louvar ao Senhor. Depois, virou uma grande organização"comércio", pouca diferença faz do mundo lá fora. Onde ninguém tem mais oportunidade de criar, glorificar a sua própria banda, hje tudo se resume em apenas uma organização "DT". Mais onde está aquele primeiro Amor, que os que não são filhos de pastores, não possuem sequer oportunidade de crescer, dentro de uma denominação tão grande???
Entenda, que não é pessoal, apenas sou mais um/uma que começou qdo os filhos de pastores eram bebês, mas e os outros, filhos de membros que não fazem parte do clã??? São excluídos?
Isso não é servidão e sim um livre comércio, com idolatrias que fogem aos princípios do Senhor.

Danilo disse... @ 17 de outubro de 2012 23:09

Concordo com ele de estar tão cheio de responder sempre as msm perguntas, isso não é legal, mas sei lá tbm acho q ele está meio magoado, e não concordo com uma coisa q ele disse...Disse que depois de muito tempo no DT (6 anos) Deus quis q ele saísse pq aqele não era o Ministério q Deus tinha pra ele... Como Não? Logico q era, foi, mas só q Deus sonhou outras coisas pra ele fora do Dt, mas enquanto ele estava la este era sim o ministério dele.

Postar um comentário