| 8 comentários ]

Pastores foram vendedores em golpe da pirâmide

Heberth Xavier

O esquema de venda de contêineres que gerou prejuízo a milhares de pessoas contou com aliados de peso, sem os quais provavelmente seria bem menor: pastores de uma igreja evangélica na Grande Belo Horizonte. A operação, uma espécie de golpe da pirâmide denunciada pelo Estado de Minas em 13 de fevereiro, já levou a 277 ações apenas no Fórum de Contagem e gerou prejuízos hoje calculados acima de R$ 50 milhões, segundo advogados ouvidos pelo jornal.

Contêiner é o nome dado aos recipientes de metal ou madeira usados para o transporte de carga. Em linhas gerais, a empresa Brasil Container, com sede em Contagem, prometia ao cliente um investimento com rendimento mensal de 7%, acima do oferecido pelas mais conhecidas aplicações financeiras. O risco, aparentemente, era pequeno: o cliente comprava um contêiner por R$ 5 mil e fechava um contrato de aluguel do mesmo contêiner, pelo qual receberia todo mês R$ 350. Para a Brasil Container, o negócio era interessante pela possibilidade de realugar o produto a grandes empresas por um preço maior – de R$ 500, por exemplo. Como costuma ocorrer nos sistemas de pirâmide, tudo ia bem para todo o mundo, até que o dinheiro parou de brotar, os primeiros lesados começaram a reclamar e o esquema foi enterrado.

Um dos sócios da Brasil Container, Valério Lanna Cardoso, era, até o ano passado, obreiro (na hierarquia da igreja, abaixo do pastor) da Igreja Cristã Maranata, que reúne centenas de milhares de fiéis no país e é a maior igreja evangélica do Espírito Santo, onde foi fundada. Aproveitando-se da atividade e da proximidade com pastores, ele é acusado de vender os contêineres aos fiéis – pelo menos 600 deles teriam sido lesados pelo golpe, segundo o advogado criminalista Osmiler Kleber Sacchetto Guimarães, que vem acompanhando o caso.

A reportagem conversou com vários desses fiéis, que se dizem “traídos” e “decepcionados”. Nenhum, porém, quis se identificar – um deles, um aposentado que buscou o investimento para ajudar no tratamento do câncer do filho, chegou a concordar em tirar foto e apresentar-se, denunciando um prejuízo de R$ 12.040. Mudou de ideia em seguida, alegando “medo”.

Não há, entretanto, razão para acreditar em culpa da Maranata, como instituição religiosa. Três pastores identificados na venda de contêineres foram imediatamente expulsos da atividade, segundo o secretário-geral da igreja na região metropolitana, Marco Antônio Picone Soares. Tão logo percebeu que membros estavam prometendo um investimento que garantia 7% de ganho por mês, Soares diz ter convocado Valério Lana para uma conversa, na qual foi informado que a Brasil Container exercia suas atividades legalmente. Posteriormente, reuniu todos os obreiros e alertou sobre os riscos do investimento. “Por fim, quando descobrimos que pastores nossos estavam participando das vendas, informamos a todos que não tínhamos nada a ver com isso e os afastamos da atividade”, diz o secretário-geral da Maranata.

A venda dos contêineres era feita geralmente depois dos cultos. O pastor/vendedor se apresentava como trabalhador da Brasil Container e elogiava os altos rendimentos da aplicação. “Tem um culto às 18h30 que ajudou nas vendas”, diz um dos fiéis ouvidos pelo Estado de Minas. “O problema é que colocamos a religião acima de qualquer coisa e não queremos prejudicar a Igreja.” Ele chegou a vender o carro e investiu os R$ 18 mil obtidos nos contêineres. “Meu irmão, também evangélico, perdeu R$ 44 mil. Um amigo meu, R$ 240 mil. Todos compraram de pastores da Maranata.”

“A verdade é que a Maranata, acima de tudo, foi usada”, diz o advogado Délio Malheiros, que também acompanha o caso. “A imagem fica um pouco arranhada, mas pelo menos agiu afastando os pastores das atividades.” José Geraldo das Neves é um desses clérigos afastados. Ele reconhece que trabalhou na Brasil Container, mas também informa que está entrando com ações na Justiça contra a empresa, inclusive na área trabalhista. “A Maranata é séria, teria de fazer isso mesmo (optado pelo afastamento dos pastores)”, diz Neves. Ele alega que nunca escondeu o trabalho fora da igreja: “Até porque todos os pastores, que não são remunerados, têm uma atividade secular”. E que nunca usou da autoridade conferida pelo fato de ser religioso para incrementar as vendas: “Quem comprou é maior de idade e investiu porque quis”. José Geraldo das Neves, porém, admite o arrependimento: “Entrei numa canoa furada”.

Israel Felipe da Silva também era pastor e não é mais. Segundo fiéis da Maranata, embora tenha ganhado dinheiro nas comissões de vendas, também perdeu muito como investidor nos contêineres. “Eu não era bem vendedor, era uma espécie de consultor, um contato para a empresa”, diz. Mas recebia comissões? “Vou ser sincero, sim.” Israel Silva diz ter uma aplicação de mais de R$ 200 mil bloqueada pela companhia de Contagem.

Ildeu Martins, segundo fontes, seria outro religioso que valeu-se da atividade para vender a aplicação financeira. Maurício da Costa, ex-obreiro da Maranata, seria um dos que mais ativamente envolveram-se no negócio. Como em outras vezes, o Estado de Minas tentou falar com a Brasil Container, mas não obteve êxito. Nenhum dos antigos colegas de religião de Valério Lanna Cardoso, por sinal, sabe de seu paradeiro.

O prejuízo não poupou nem pastores da própria Maranata, como José Rosa. Ele comprou seis peças, pelas quais pagou R$ 30 mil. Conseguiu de volta R$ 15 mil. “Para mim, o prejuízo maior foi a consideração que tinha por aquelas pessoas, que queriam dinheiro, mas sem mostrar prudência”, diz José Rosa. “O maior problema foi usar o nome da Maranata. O outro lado acaba pensando que a igreja tinha algo a ver com aquela venda.”

Fonte: Estado de Minas, via PavaBlog

Por Amenidades da Cristandade

Respeite os direitos autorais! Ao reproduzir este texto, cite as fontes, inclusive as intermediárias!

8 comentários

Adolfo Neto disse... @ 5 de abril de 2009 17:32

Achei o título meio enganoso, mas a matéria esclarece tudo.

E, claro, o pessoal da Maranata vacilou por demorar em afastar as pessoas envolvidas...

Anônimo disse... @ 17 de novembro de 2009 23:42

MEUS FILHOS AMADOS DO VOSSO PAI CELESTIAL ;TENHAIS CUIDADO MEUS FILHOS,COM VOSSAS VIDAS ESPIRITUAIS, O DIABO,VOSSO INIMIGO,ANDA AO VOSSO DERREDOR,QUERENDO TRAGAR A QUEM POSSA;NÃO SEJA POIS VOÇES, MEUS AMADOS FILHOS, A SEREM UM DOS PRIMEIROS ,A CAIR NA ARMADILHA ,POR CAUSA DO DINHEIRO,QUE VÓS JÁ FOSTES INSTRUÍDOS,QUE NÃO PROVÉM DE MIM AMADOS;OUTRA VEZ VOS DIGO,MEUS QUERIDOS;VIGIAI!VIGIAI!

MEU AMADO FILHO ,ESTÁ VOLTANDO ,MEUS QUERIDOS,ESTEJAIS PRONTOS PARA SUBIR,JUNTO AS VOSSAS FAMILIAS COM ELE;EIS QUE É CHEGADO ,O GRANDE MOMENTO MEUS FILHOS, E VÓS ESTAIS DESAPERCEBIDOS;EIS QUE ENVIO ESTA REVELAÇÃO, PARA LHES DIZER QUE VOS AMO E ESTA É A CAUSA, DE VOS TER CORRIGIDO COM PRESSA,POIS NÃO QUERO QUE MEUS FILHOS QUERIDOS, VOLTE PARA A IMUNDICIE DESTE MUNDO ,MAL E TENEBROSO,MEUS FILHOS QUERIDOS E MUI AMADO DO MEU AMOR,QUE É ETERNO ,POIS DURARÁ POR TODA A ETERNIDADE. EM BREVE, EU MESMO, ESTAREI OS CONVOCANDO, PARA UMA NOVA CAMINHADA,EM MINHA PRESENÇA;NÃO TEMAIS POIS O HOMEM ,MEUS FILHOS, POIS DO HOMEM PERVERSO E PROFANO ,CUIDO EU,E A ESTA ALTURA, EIS QUE VOS CONSOLO;NÃO HÁ MAIS INOCENTES,SOMENTE AS CRIANCINHAS TENRAS O SÃO.FICAI EM PAZ, MEUS AMADOS, E AGUARDAI TÃO SOMENTE, NA MINHA DIVINA PROVIDENCIA ,MAIS POR ENQUANTO ,ESTAIS FIRMES E INABALÁVEIS EM MINHA PESSOA,TÃO SOMENTE,ESQUEÇAM OS INFIÉISA MINHA PESSOA,POIS TODOS PECARAM E DESTITUÍDOS ESTÃO DA MINHA GLÓRIA;AGUARDAI POIS, PELO MEU SOCORRO QUE VIRÁ,ANTES QUE VÓS PERCEBEIS,OS VOSSOS ACUSADORES FUGIRÃO DE VÓS,E DA MINHA OBRA APRESADAMENTE.FICAI EM PAZ, TODOS OS QUE BUSCAI A MINHA JUSTIÇA,EM PRIMEIRO LUGAR.OUTRA VEZ VOS DIGO;AQUIETAI-VOS, E SABEIS QUE EU SOU O DEUS DA VERDADEIRA JUSTIÇA ;ORAI POIS,UNS PELOS OUTROS, E FAZEI SILENCIO, DESTE CASO.FICAI EM PAZ, MEUS AMADOS FILHOS.FILHOS

Francisco disse... @ 21 de janeiro de 2010 23:50

Eu nao sabia que Deus agora esta deixando profecias na internet...Deve ser um Deus virtual...para quem diz que a ICM e perfeita...eis ai um exemplo...Que Deus os perdoem. Isso e uma vergonha para o Evangelho.

Anônimo disse... @ 11 de maio de 2010 17:29

Achei ridiculo o titulo da reportagem.Um tanto ironizador,pois nao foi a igreja maranata que deu esse escandalo, e sim membros que sem 'sabedaria',ou ate mesmo descernimento procuraram fazer da igreja um comercio e isso Deus e ate mesmo a igreja nao aceita.abomina!Se vocÊS FIZEREM UMA 'HONESTA REPORTAGEM' COM OS MEMBROS DE TODAS AS IGREJAS MARANATA,COM CERTEZA CONFIRMARAO QUE A IGREJA CRISTA MARANATA E UMA IGREJA SERIA DE MEMBROS HONESTOS E DE PLENA CAPACIDADE MENTAL EM REALIZAR UMA OBRA DE DEUS SEM ''FINS LUCRATIVOS'',MAS COM A FINALIDADE DE PREGAR AOS NECESSITADOS O CAMINHO DA ETERNIDADE.NO ENTANDO NUNCA DISSERAM QUE A IGREJA É PERFEITA,POIS PERFEITO ÉO''NOSSO JESUS,E MESMO ASSIM O MUNDO O CRUZIFICOU SEM MESMO SE DEFENDER''.FICO MUITO TRISTE EM SABER QUE PESSOAS FICAM JULGANDO A IGREJA E ATÉ ACHANDO BOM,POR CAUSA DE TRES PESSOAS.AGORA BASTA ESPERAR PELA JUSTIÇA DE DEUS.ESSE SIM, SERÁ O ADVOGADO E JUÍS DA IGREJA.

Anônimo disse... @ 11 de maio de 2010 19:47

Ninguem é Perfeito, eu te garanto que a sua igreja nao é Perfeita , muitos virao pra prejudicar as pessoas que adoram um Unico e poderoso Deus que é o Senhor Jesus.Eu te Garanto que eles nao Roubaram ,o Senhor é capaz suficiente para dar sustento para casas deles, nao estou aqui para culpar voces do Blog, isso deve ter um erro, isso é mais um sinal de que o fim esta proximo, porque na palavra do Senhor diz: E no final dos Tempos muitos virao para te atentares mais nao temas eu sou o Teu Deus. Obrigado Matheus Favoreto Governador Valadares -MG

Sheila disse... @ 18 de julho de 2010 00:20

O QUE VEMOS E QUE OS PASTORES ENVOLVIDOS PERDERAM O TEMOR DE DEUS E OS IRMÃOS QUE TIVERAM PREJUIZO SE ESQUECERAM DAQUILO QUE O SENHOR NOS ORIENTA: SEMPRE CONSULTE A PALAVRA ANTES DE TOMAR SUAS DECISOES E PRINCIPALMENTE, SE FIRMEM EM DEUS POIS OS PASTORES CAEM MAS O QUE NÃO PODE E CAIRMOS JUNTO POIS O HOMEM É FALHO MAS AQUELE QUE E PERFEITO ESPERA PELOS JUSTOS E FIEIS.

Anônimo disse... @ 8 de setembro de 2010 19:53

É inquestionável o fato de que as pessoas envolvidas são plenamente responsáveis pelo que fizeram. o nome sério da igreja, que por sinal tem um significado mais sério ainda, que é: O SENHOR JESUS VEM!,nao pode ser assim usado só para criar polêmica, tendo em vista a credibilidade adquirida por esta obra.

Anônimo disse... @ 29 de setembro de 2010 14:37

Reparem o seguinte.
Quando um pastor de outra igreja falha, os icemitas logo dizem que é fruto do evangelho falido fora da OBRA (a propria ICM).
Quando um deles falha, aí dizem que é falha do homem e caso isolado, mas que a igreja deles é perfeita.
Eles fazem de tudo pra preservar o nome da ICM, mas não exitam em classificar todas as outras denominações de "movimento". "mescla", "religiao", "evangelho falido" etc.

Postar um comentário