| 2 comentários ]

Avião da US Airways fez pouso de emergência no rio Hudson.
Todas as 155 pessoas a bordo sobreviveram ao acidente.

A sobrevivência das 155 pessoas que estavam no voo 1549 da US Airlines que fez um pouso forçado no rio Hudson, em Nova York, foi “um milagre”, segundo o governador do Estado, David Peterson. Para ele, o piloto do avião é um herói por conseguir pousar na água sem deixar vítimas.

O Airbus A-320, havia decolado do aeroporto de La Guardia com destino a Charlotte, na Carolina do Norte. Segundo testemunhas, houve uma explosão (possivelmente causada pelo choque com pássaros) logo após a decolagem, e menos de cinco minutos após sair do chão o avião já pousava na água, de forma estável e sem desespero.

Para os passageiros que sobreviveram ao susto, o piloto do avião teve uma atuação fundamental e heróica, garantindo a ausência de vítimas. “De repente, o capitão nos disse para nos segurarmos. Ele fez um trabalho tantástico – parabéns para ele pelo pouso”, disse Jeff Kolodjay, um dos passageiros do avião, à rede de TV CNN.

“Já voei em muitos aviões, e este pouso foi fenomenal”, disse o passageiro Fred Berretta, que estava sentado ao lado das turbinas na hora do acidente. Segundo ele, um grande silêncio tomou o avião antes do pouso.

O herói

Segundo a CNN, o piloto Chelsey B. "Sully" Sullenberger estava no commando da aeronave. A mulher dele disse à TV que recebeu uma ligação dele após o acidente, e que ele estava tranqüilo. Segundo testemunhas, ele disse aos passageiros que havia perdido força nos motores e que não seria possível retornar ao aeroporto, por isso pousaria no rio.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, declarou que o piloto garantiu que todos os passageiros tinham sido resgatados antes de deixar a aeronave. “Aparentemente ele fez um trabalho de mestre ao pousar no rio e garantir que todos saíssem do avião”, disse. “Conversei longamente com ele, que garantiu ter checado toda a aeronave em busca de pessoas antes de sair do local.”

Bloomberg disse que ainda é cedo para especular sobre as causas do acidente. O avião foi rebocado e vai ser analisado para que se descubram o que fez as turbinas pararem de funcionar. O prefeito afirmou que nenhum passageiro teve ferimentos graves. Segundo a CNN, um dos principais problemas dos sobreviventes levados ao hospital era hipotermia por conta da baixa temperatura da água do rio.

Fonte: G1, via ASSEM-BEREIA DE DEUS

Por Amenidades da Cristandade

Respeite os direitos autorais! Ao reproduzir este texto, cite as fontes, inclusive as intermediárias!

2 comentários

Tharsis Kedsonni disse... @ 17 de janeiro de 2009 01:58

Um verdadeiro milagre ocorrido nas águas do Hudson. Graças a Deus, sem vítimas!

(Sou grato pela citação, apesar de intermediária, do blog 'Assem-Bereia de Deus' aqui. Deus te abençoe!, amigo!)

Tharsis Kedsonni
Assem-Beréia de Deus

Anônimo disse... @ 1 de março de 2009 16:31

Bom alguém tem dúvida disso...? Milagres só Deus...pode fazer! Mas o ateus...céticos...filósofos...creem que foi o piloto...e a igreja catolica com certeza irá canoniza-lo

Postar um comentário