| 1 comentários ]

Neste artigo, respondendo à pergunta de internauta, Caio Fábio discorre sobre o relato de Gênesis 12, onde há uma dúvida se Sara teria ou não mantido relações sexuais com o Faraó.


Amado de meu Deus: Bom dia!

Minha questão primeira é:

- Na série "reflexões na terra santa" , no vídeo "mensagem no Cairo", você informa que Sara ficou 01 ano com o Faraó. Pode me mandar as fontes desta informação?


Desde já obrigado,

Grande abraço,

Nele,

Antonio Sena


Resposta:

Meu amado irmão: Graça e Paz!

Obrigado pelo seu carinho!

Comecemos pelo fim.


Gênesis 12

1 Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.

2 E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.

3 E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.

4 Assim partiu Abrão como o SENHOR lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã.

5 E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de Canaã; e chegaram à terra de Canaã.

6 E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém, até ao carvalho de Moré; e estavam então os cananeus na terra.

7 E apareceu-o SENHOR-a Abrão, e disse: Å tua descendência darei esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe aparecera.

8 E moveu-se dali para a montanha do lado oriental de Betel, e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente, e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR, e invocou o nome do SENHOR.

9 Depois caminhou Abrão dali, seguindo ainda para o lado do sul.

10 E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.

11 E aconteceu que, chegando ele para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora, bem sei que és mulher formosa à vista;

12 E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é sua mulher. E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida.

13 Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti.

14 E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios a mulher, que era mui formosa.

15 E viram-na os príncipes de Faraó, e gabaram-na diante de Faraó; e foi a mulher tomada para a casa de Faraó.

16 E fez bem a Abrão por amor dela; e ele teve ovelhas, vacas, jumentos, servos e servas, jumentas e camelos.

17 Feriu, porém, o SENHOR a Faraó e a sua casa, com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão.

18 Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isto que me fizeste? Por que não me disseste que ela era tua mulher?

19 Por que disseste: É minha irmã? Por isso a tomei por minha mulher; agora, pois, eis aqui tua mulher; toma-a e vai-te.

20 E Faraó deu ordens aos seus homens a respeito dele; e acompanharam-no, a ele, e a sua mulher, e a tudo o que tinha.


Não há uma fonte de informação que diga “Sara ficou um ano com Faraó”. O que há é o bom senso de quem sabe que na antiguidade os tempos eram outros, lentos, e totalmente diferentes do que temos como noção de tempo.

Não daria para que tudo o que aconteceu acontecesse [ida ao Egito, descoberta de Faraó acerca da beleza de Sara; a ida de Sara para a casa de Faraó; as “riquezas” de Sara na casa de Faraó; as pragas com as quais a casa de Faraó foi ferida por ele “tomar a Sara para ser uma de suas mulheres”; etc.] — sem que meses houvessem passado.

De fato, salvo uma anomalia sem tamanho, Faraó teve Sara como mulher sexualmente.

É chocante, mas não é improvável. Afinal, anos e anos depois, sentindo-se amedrontado outra vez, Abraão recorreu ao mesmo ardil, oferecendo sua mulher a Abimeleque, conforme Gênesis 20:2.

Ora, no episódio de Abimeleque fica claro que ele só não “possuiu” Sara por intervenção divina a fim de poupar Abimeleque, o que não aconteceu com Faraó.

Além disso, sabe-se que esse expediente tornou-se um recurso da “cultura familiar” quando se vê que Isaque, aprendendo com o pai [Abraão], também entregou sua mulher a fim de diminuir um conflito com o rei dos filisteus, Abimeleque, que, a seu ver seria um possível adversário de sua paz.

Ora, neste último caso, o próprio individuo que “tomava a mulher para si” foi advertido por Deus, o que fez com que ele devolvesse a mulher.


Gênesis 26

1 E havia fome na terra, além da primeira fome, que foi nos dias de Abraão; por isso foi Isaque a Abimeleque, rei dos filisteus, em Gerar.

2 E apareceu-lhe o SENHOR, e disse: Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser;

3 Peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei; porque a ti e à tua descendência darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão teu pai;

4 E multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e darei à tua descendência todas estas terras; e por meio dela serão benditas todas as nações da terra;

5 Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.

6 Assim habitou Isaque em Gerar.

7 E perguntando-lhe os homens daquele lugar acerca de sua mulher, disse: É minha irmã; porque temia dizer: É minha mulher; para que porventura (dizia ele) não me matem os homens daquele lugar por amor de Rebeca; porque era formosa à vista.

8 E aconteceu que, como ele esteve ali muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhou por uma janela, e viu, e eis que Isaque estava brincando com Rebeca sua mulher.

9 Então chamou Abimeleque a Isaque, e disse: Eis que na verdade é tua mulher; como pois disseste: É minha irmã? E disse-lhe Isaque: Porque eu dizia: Para que eu porventura não morra por causa dela.

10 E disse Abimeleque: Que é isto que nos fizeste? Facilmente se teria deitado alguém deste povo com a tua mulher, e tu terias trazido sobre nós um delito.

11 E mandou Abimeleque a todo o povo, dizendo: Qualquer que tocar neste homem ou em sua mulher, certamente morrerá.


Assim, é a “soma” desses episódios, mas do que qualquer outra informação, o que me permite dizer a você que creio que Sara foi possuída por Faraó e que ela e a nora, Rebeca, só não foram possuídas por Abimeleque porque Deus o amava, e, por isto, o advertiu em sonhos.

ÀS vezes entre uma e outra virada de página da Bíblia anos ou até séculos passaram...

Na maioria das vezes são meses e anos..., mas, nossa pressa Internetiana e aviãozada imagina tudo com tempos mais nossos, quando não era.

E mais: também ficamos chocados com algo que na Antiguidade era possível; ou seja: era uma saída, um recurso: entregar a mulher para poupar a vida.

Receba meu carinho!

Nele, que nos dá a chance de crescermos por nós mesmos em um tempo de total deserto para o espírito,

Caio

3 de novembro de 2008

Lago Norte

Brasília

DF

Retirado e adaptado do site Caio Fábio

1 comentários

Daniel Negrisoli Batista disse... @ 4 de novembro de 2008 20:00

Graça e Paz!
Linkei voce no meu blog.
desculpe a demora...
Otimo trabalho o seu!
Seu banner esta la tbm..
Abraços
Fique com o Senhor.

Postar um comentário