| 4 comentários ]

Faleceu ontem por parada cardíaca, o polêmico estilista, apresentador e deputado Clodovil Hernandes. No vídeo aqui apresentado, de cerca de dois anos atrás, Clodovil fala algumas opiniões sobre Deus, homossexualidade e família. Em determinado momento, falando sobre sua homossexualidade, ele diz: "... esse assunto eu estou guardando pra Deus, porque Ele me explicará com certeza." Vídeo muito interessante, vale a pena ser visto.



Por Amenidades da Cristandade

Respeite os direitos autorais! Ao reproduzir este texto, cite as fontes, inclusive as intermediárias!

4 comentários

Christiane disse... @ 18 de março de 2009 10:05

Antes de falar algo sobre o Clodovil, queria dizer que é uma pena que ele tenha morrido sem conhecer o plano que Deus tinha para sua vida.
Todos temos a oportunidade de conhecer Jesus em nossas vidas e tenho certeza que ele também teve a sua.
E antes de ser homossexual ele é um ser humano e mereçe respeito.
Porém não concordo com a opção sexual que ele escolheu até pq vai contra a palavra de Deus.
"Deus fala que ama o pecador mais abomina seu pecado."

Orei muito a Deus pedindo que Clodovil não morrese sem antes conhecer a palavra de Deus.Mais nem sempre as coisas são como nós queremos...

Por isso amados,temos que nos decidir a quem servir enquanto tivermos vida,pq depois de mortos cada um receberá aquilo que mereçe segundo as suas escolhas em vida.

Que Deus abençoe a todos!

Marcos Gaysds disse... @ 18 de março de 2009 10:50

Não fiquemos triste com a morte da CLODOVIL ,Temos JEFF MORAES o CANTOR GOSPEL que é ATOR PORNO, Produtor de TEATRO, Decorador de Festas de Milionarios, Agente de Viagens Internacionais dentre outros ATRIBUTOS que a CLODOVIL tinha JEFF MORAES irá dar conta direitinho. A Paz de Cristo

Marco Antonio disse... @ 20 de março de 2009 14:08

Ok, pessoal, esses dias um amigi me disse: "coitado do Clodovil, morreu no pecado".
A Bíblia nos ensina a não julgar, pois receberemos a mesma medida, o Pr. André Valadão disse semana passada numa vigilia na Igreja da Graça: "Teremos 3 surpresas na glória, a 1ª, vc vai estar andando pelo céu e ao ver certa pessoa dirá 'não acredito! ela aqui no céu? como pode ser?'; a 2ª, vc vai procurar aquele irmão de oração, tão santo e fiel e dirá 'não acredito, aquele irmão não está aqui! como pode ser?'; a 3ª, vc vai olhar em volta e dirá 'eu aqui no céu? como pode ser?'

Tenho certeza que na glória haverá muitos católicos, espíritas, homossexuais, bandidos, ladrões enquanto um sem número de crentes fiéis ficará de fora!

Lembrem-se das parábolas de Jesus: As bodas foram preparadas e os convidados não quiseram, então até os mendigos foram levados; e também teve o trabalhador da última hora, ele não recebeu o mesmo dos outros?

Quantos não serão salvos em seu último suspiro de vida? E quantos terão uma história de vida com Deus e irão perecer por pecar no último segundo?

Pensem bem...

Deus abençoe a todos.

Marco Antonio

Anônimo disse... @ 26 de março de 2009 09:47

Realmente teremos surpresas no céu! Porém se alguém deseja morar nos céus é necessário nascer de novo! Essa história de surpresa no céu não deve ser usada para distorcer a bíblia! Quem disse que o cristão não pode julgar (analisar, comparar se há conformidade com a bíblia)? Então para que serve João 7.24? "Não julgueis pela aparência, mas sim pela reta justiça". Não devo emitir juízo condenatório, porém devo verificar se ações, práticas, doutrinas está de acordo com a Palavra de Deus, e se não estiver eu devo combatar com Jesus e od apóstolos combateram as práticas libertinas dos homens! O homossexualismo não tem base bíblia, o homossexual que deseja morar nos céus precisa abandonar suas práticas, da mesma forma o idólatra, o feiticeiro etc. E antes que digam que sou homofóbico, afirmo que não concordar com práticas não é detestar o praticante; Tenho amigos que fumam, e eu detesto o cigarro, porém não detesto o fumante. Chega desse evangelho que aprendeu a tolerar o pecado como algo normal! Será que o texto de Romanos que afirma que não devemos nos conformar com este mundo, não vale mais?

Postar um comentário