| 2 comentários ]

Os assembleianos são acusados por outras denominações evangélicas de serem desunidos.

E, ao observar a história da Assembléia de Deus, próxima de completar um século no Brasil, é fácil constatar a veracidade desta afirmação.

No passado a CGADB era uma instituição considerada altamente relevante, perante todos os assembleianos, hoje existem as convenções similares fazendo concorrência cada vez mais forte a ela, e também há diversas Assembléias de Deus independentes. Em face disto a CGADB já ameaçou entrar na justiça, pois, detém os direitos de uso exclusivo da placa "Assembléia de Deus" e cogitou pela proibição do uso generalizado, desejando reaver o monopólio que escapa pelos dedos das mãos feito grãos de areia.

No passado a CPAD era a única a confeccionar material gráfico para a denominação. Hoje existem a Central Gospel (pertencente ao Pr Silas Malafaia - conveniado à CGADB), e Editora Betel (CONAMAD). Não tenho nada contra isso, acho que a concorrência fez as revistas da Escola Bíblica Dominical, da CPAD, melhorarem de qualidade em 100%. Mas já encontrei irmãos encarando a situação como motivo para declarar guerra, como se a Casa Publicadora das Assembléias de Deus fosse administradora da unção do Espírito e as demais editoras "coisas do diabo".

É comum ver pastores se digladiando contra pastores. Os mais antigos pegam os mais novos para alvos de críticas, esquecendo que Davi era menino quando venceu Golias, e que cabe aos velhos ensinarem os jovens a crescerem na graça e no conhecimento de Deus. Mas, criticar é costume denominacional... Ensinar, pra quê? É mais fácil derrubar do que levantar alguém. Estes são os pensamentos que flutuam feito fumaça impregnada no cérebro dos velhos pastores assembleianos. Se não pensam dessa maneira feia, então, eles estão agindo de maneira contradizente, pois os seus atos mostram exatamente isso.

Vemos que a Assembléia de Deus chega aos 100 anos, mas talvez não seja a Assembléia de Deus que estava nos sonhos dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren. Está mais dividida do que pizza fatiada e pronta para ser servida. Quem se serve da Assembléia de Deus?

Os irmãos assembleianos, levados pelo sentimentos de Caim, não se entendem. Diante disso, acho que não haverá uma festa do centenário, mas muitas... E em cada uma delas haverá na porta a solicitação de cartão de membro, para barrar quem seja de outra convenção.

Triste!

Eliseu Antônio Gomes

Fonte: Blog Eliseu Antônio Gomes

Por Amenidades da Cristandade

Respeite os direitos autorais! Ao reproduzir este texto, cite as fontes, inclusive as intermediárias!

2 comentários

Elton Vieira disse... @ 28 de dezembro de 2008 15:48

QUERIDOS A PAZ DO SENHOR.
Esta noticia não comvem com a verdade pois os nossos missionarios Daniel Berg e Gunnar Vingren em toda a sua trajetoria de sucesso na pregação do evangelho de Cristo nunca quiz obter os lucros,fundar monopolios e nem enriquecer as custas do dinheiro do Senhor,talvés(concerteza)é por isso que a Bléia não é uma empresa multi-nacional e sim uma igreja independente para pregar o evangelho e a salvação atraves do Senhor Jesus.
Verdadeiramente temos varias ramificações sim,porém o que nos une e a fé e a doutrina dos apostolos na qual permanecemos mesmo em ministerios diferentes tanto na CGADB quanto na CONAMAD as doutrinas que regem a nossa igreja são as mesmas e todos são reconhecidos assembleianos por ambas convenções.
Agora respondendo a pergunta do titulo:
Sim os nossos missionarios estariam orgulhosos da Bléia atual,somos a maior denominação evangelica da America Latina e uma das maiores do mundo.Como já disse o objetivo dos nossos herois da fé não foi comercializar a Bléia(afinal eles nem vinheram para o Brasil fundar uma nova denominação),mas sim pregar o evangelho de salvação a todo o mundo como Jesus nos ensinou.
Sobre a CPAD ou qualquer outra propriedade da Assembléia,em momento algun tanto na Bléia Belém quanto na Madureira jamais ouvir tal ridicula afirmação de que somente editora A seria de Deus e as outras seriam do demonio,ao contrário assim como os adventistas,metodistas,presbiterianos,membros da universal etc.,dão prioridade a seus patrimonios assim acontece na Assembléia de Deus priorizamos nossa editora e nossos patrimonios em geral,mas nunca desmerecemos os patrimonios de outras denominações pois afinal somos todos irmãos em Cristo e com o mesmo proposito.Pregar o evangelho a toda criatura até a volta do Senhor.
Agradeço meu espaço,que Deus abensoe a todos.
Élton Vieira.

Gabriel_Aurus disse... @ 5 de abril de 2009 23:47

Olá..... sou presbiteriano... e acho meio que muito estranho isso... [e acho q nunca vo entender...] assembléia de Deus ministério madureira, belém, [...] e assim vai... poxa....... tenho certeza que se eles fundaram a igreja n foi pra abrir vários ministérios e ocasionar uma 'briga' entre eles... e outra coisa... se vcs ou qualquer um ai prioriza patrimônio, fica com eles que fico com Cristo... pára... e ainda falo um poquinho mais... levante a cabeça e abra os olhos, veja antes o que você está falando... não comece a apontar o dedo para as outras denominações que tem 3 apontando para você

Postar um comentário